Forno Solar

Nestas épocas de calor, com verões cada vez mais quentes, uma boa forma de utilizar a energia do sol é fazer um forno solar, que é simples, barato (máximo cinco pilas) e usa combustível gratuito durante o dia (a não ser quando o céu está nublado).

Um forno solar é construído da seguinte maneira:

1.) Escolha duas caixas de papelão, uma maior que a outra, de modo que sobre uma lacuna de 1 a 3 cm entre elas. Este será o isolamento térmico, que vai manter quente o interior do forno, pois o ar é um dos melhores isolantes que há. Use um pedaço de papelão para apoiar uma dentro da outra [B].

2.) As abas da tampa da caixa maior serão os refletores, forrados com papel alumínio [A], enquanto as abas da caixa menor podem ser dobradas para fora, em contato com a caixa maior, para vedar o isolamento entre elas e dar suporte à tampa de vidro [B].

3.) O interior da caixa menor também deve ser forrado com papel alumínio, para refletir os raios até o alimento a ser cozido. Este alumínio não deve tocar o alumínio dos refletores, o que resultaria em perda de calor.

4.) A tampa, de vidro, deve ter as medidas internas da caixa maior, vedando qualquer saída de ar. Encomende na vidraçaria de seu bairro o vidro, de 2 a 3 mm de espessura, que deverá custar menos de 5 reais.

5.) Pronto o forno, escolha um alimento ou panela de cor escura, que aquece muito mais rápido, e incline o forno e refletores para absorver o máximo de radiação solar, mais um pouco de paciência e … bom apetite.

Caixas de papelão podem ser obtidas em empresas, se não tiver em casa. Papel alumínio é muito utilizado na cozinha, então o único gasto será o vidro. O forno solar cozinha quase qualquer alimento que vai ao forno convencional, levando o dobro do tempo. Uma vantagem é que, após cozido, o alimento não vai queimar, permanecendo aquecido, devido a temperatura alcançada (100 a 150?C). Evite a carne no forno solar, pois com o tempo prolongado de cozimento, podem surgir micróbios nocivos à saúde.

O modelo pode receber diversas modificações, observando o seguinte:

– A altura do forno deve ser a mínima possível, cabendo a panela que será utilizada.
– Quanto maior a área do forno, na parte de cima, maior o calor que entra. O mesmo vale para os refletores.
– O isolamento entre as caixas deve ser vedado para evitar a perda de calor.
– Evite adesivos na parte interna que podem ser tóxicos quando aquecidos.

Tiago Eduardo – Coisas pra se fazer antes de fugir para Marte

Comments are closed.